Ranking mostra desempenho de goleiros nos pênaltis contra eles em Brasileirões desde 2013

Ranking mostra desempenho goleiros

O barradao.com traz para você mais uma notícia do Esporte Clube Vitória.
Aqui você fica sabendo das notícias publicadas nos quatro maiores sites esportivos do Estado da Bahia, confira abaixo o que acabou de sair na mídia.

2 de 6

Gatito Fernández, Vanderlei e Douglas Friedrich são os goleiros que mais dificultaram a vida dos cobradores de pênalti nas últimas sete edições do Campeonato Brasileiro. Dos 15 pênaltis cobrados contra Gatito Fernández, apenas nove entraram no gol. O aproveitamento dos cobradores contra ele ficou em 60%. Ele defendeu todas as seis cobranças que não entraram. O ranking foi organizado pela eficiência dos cobradores porque mesmo quando o goleiro não defende, o histórico de cada um interfere diretamente nas decisões de quem vai para a cobrança. Quanto mais o batedor precisa se preocupar em tirar a bola de um bom pegador de pênaltis, maior a chance de ele errar o gol. Veja nas fotos o desempenho dos líderes em cada equipe e mais abaixo o ranking com os principais destaques.

3 de 6 Gatito Fernández: no Figueirense, seis pênaltis e duas defesas; no Botafogo, nove cobranças e quatro defesas em Brasileirões — Foto: Aldo Carneiro / Pernambuco Press

Gatito Fernández: no Figueirense, seis pênaltis e duas defesas; no Botafogo, nove cobranças e quatro defesas em Brasileirões — Foto: Aldo Carneiro / Pernambuco Press

4 de 6 Vanderlei: no Coritiba, oito pênaltis e quatro defesas; no Santos, 20 pênaltis, três defesas, duas na trave e uma para fora em Brasileirões — Foto: RODRIGO ZIEBELL/FRAMEPHOTO/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

Vanderlei: no Coritiba, oito pênaltis e quatro defesas; no Santos, 20 pênaltis, três defesas, duas na trave e uma para fora em Brasileirões — Foto: RODRIGO ZIEBELL/FRAMEPHOTO/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

5 de 6 Douglas Friedrich: no Avaí, nove pênaltis, uma defesa e duas fora; no Bahia, sete pênaltis e duas defesas em Brasileirões — Foto: Agência Estado

Douglas Friedrich: no Avaí, nove pênaltis, uma defesa e duas fora; no Bahia, sete pênaltis e duas defesas em Brasileirões — Foto: Agência Estado

O Espião Estatístico começou a coletar e a classificar dados das partidas de Brasileirões em 2013, e esse é o único motivo para o recorte utilizado: são os dados detalhados de que dispomos nas 2.659 partidas realizadas pela Série A desde então. Em 2016, Chapecoense x Atlético-MG não foi disputada devido ao acidente aéreo que vitimou a equipe catarinense dias antes da última rodada.

Tradicionalmente, os rankings do Espião Estatístico reúnem quem tem participação em ao menos 40% dos eventos em comparação com quem mais tem. No caso, o goleiro Weverton teve 33 cobranças contra ele e, por isso, o ranking apresenta quem teve ao menos 13 cobranças contra si. Veja como ficou o quadro.

6 de 6 *Clubes em que os goleiros tiveram cobrança de pênaltis contra eles; Diferença entre defesas e gols são cobranças na trave e para fora — Foto: Espião Estatístico

*Clubes em que os goleiros tiveram cobrança de pênaltis contra eles; Diferença entre defesas e gols são cobranças na trave e para fora — Foto: Espião Estatístico

A equipe do Espião Estatístico é formada por: Caio Carvalho, Guilherme Maniaudet, Guilherme Marçal, Leandro Silva, Roberto Maleson e Valmir Storti.

Fonte: https://globoesporte.globo.com/futebol/brasileirao-serie-a/noticia/ranking-mostra-desempenho-de-goleiros-nos-penaltis-contra-eles-em-brasileiroes-desde-2013.ghtml


Ranking mostra desempenho goleiros


Clique aqui para ler mais notícias do Vitória

Portanto, por isso, assim sendo, por conseguinte, conseqüentemente, então, deste modo, desta maneira, em vista disso, diante disso, mediante o exposto, em suma, em síntese, em conclusão, enfim, em resumo, portanto, assim, dessa forma, dessa maneira, logo, pois, portanto, pois, (depois do verbo), com isso, desse/deste modo; dessa/desta maneira, dessa/desta forma, assim, em vista disso, por conseguinte, então, logo, destarte.
 

Comentários